Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales en
América Latina y el Caribe

logo CLACSO

Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: https://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/handle/CLACSO/49012
Título : Co-designing with visually impaired people in the museum
O uso do co-design em projetos de acessibilidade em museus para pessoas com deficiência visual
Editorial : Edições Universitárias Lusófonas
Descripción : This article aims to conduct an analysis of the use of co-design methodologies in accessibility projects for the visually impaired in museums. The article presents a discussion of the practices of participatory methodologies in museum projects, in particular the co-design approach. It proceeds with a comparative case study, analyzing articles that describe the implementation of co-design projects in museum and educational contexts. The purpose of this comparative study is to present different methods of co-design, what goals can be achieved by these methodologies and to analyze and compare the results and challenges found. The authors selected four co-design projects for this comparative study, analyzing their differences and similarities. The conclusion of this analysis is that participatory projects bring as a benefit not only the creation of new audiences, but the enrichment of the museum object itself, promoting new forms of enjoyment and acquisition of knowledge. This article aims to contribute to the development of future studies and projects on accessibility that may represent better
O presente artigo tem como objetivo fazer uma análise do uso do co-design em projetos de acessibilidade para pessoas com deficiência visual em museus. Procurou-se discutir o estado da arte de práticas de participação em projetos museais, em específico as metodologias de co-design. Em seguida é feito um estudo de caso comparativo em que foram analisados artigos que descrevem a implementação de projetos de co-design em contexto museal e educativo. O objetivo da comparação foi demonstrar as diferentes metodologias de co-design, quais objetivos podem ser alcançados por essas metodologias e analisar e comparar os resultados e desafios encontrados. Dentre os projetos encontrados foram selecionadas quatro pesquisas para o estudo comparativo analisando suas diferenças e semelhanças. Conclui-se que as práticas participativas trazem como benefício não somente a fidelização e formação de novos públicos, mas o enriquecimento do próprio objeto museal, promovendo novas formas de fruição e aquisição de conhecimento. Pretende-se com este artigo contribuir para o desenvolvimento de futuros estudos e projetos de acessibilidade que ofereçam melhores condições de inclusão social e de democratização do espaço expositivo. Palavras-chave: co-design; acessibilidade; deficiência visual; museu
URI : http://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/handle/CLACSO/49012
Otros identificadores : https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/8005
10.36572/csm.2021.vol.62.08
Aparece en las colecciones: Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia - CeiED/ULHT - Cosecha

Ficheros en este ítem:
No hay ficheros asociados a este ítem.


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.