Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales en
América Latina y el Caribe

logo CLACSO

Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: https://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/handle/CLACSO/49005
Título : Trans Narratives in Museums Collections: Dialogues with Élle de Bernardini and Lyz Parayzo
Narrativas trans em acervos de museus: diálogos com Élle de Bernardini e Lyz Parayzo
Editorial : Edições Universitárias Lusófonas
Descripción : This essay presents perspectives about the institutionalization of works by trans artists in museum collections. The contribution to this analysis comes from the Brazilian artists Élle de Bernardini  (1991) and Lyz Parayzo (1994), who have works collected at the  Art Museum of Rio (MAR), Niterói Contemporary Art Museum (MAC), Art Museum of Rio Grande do Sul (MARGS),  Contemporary Art Museum of Rio Grande do Sul (MAC-RS),  Santander Brasil Colection, Modern Art Museum in Rio de Janeiro (MAM-RJ),  National Museum of the Cultural Complex of the Republic – Honestino Guimarães,  Museum of Sexual Diversity, Italian Embassy in Brazil and Pinacoteca of the State of São Paulo.  The main aim is to understand the process of musealization from the narrative construction of itself of each artist, the connection between those narratives and the agendas about gender and the artists' conditions. As well, the text discusses the presence and absence of the agenda and the (re)exhibitions of the artworks. In this sense, the researcher has done an interview with two artists about trans visibility in museum collections. Keywords: Trans Narratives; Museums Collections; Élle de Bernardini; Lyz Parayzo;  
Este texto apresenta perspectivas sobre a institucionalização de obras de artistas trans em coleções de museus. As contribuições para as análises são das artistas brasileiras Élle de Bernardini (Santa Maria - RS, 1991) e Lyz Parayzo (Rio de Janeiro - RJ, 1994), que possuem obras acervadas em diversas instituições, como Museu de Arte do Rio (MAR), Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC), Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MAC-RS), Coleção Santander Brasil, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ), Museu Nacional do Complexo Cultural da República – Honestino Guimarães, Museu da Diversidade Sexual, Embaixada Italiana no Brasil e Pinacoteca do Estado de São Paulo. O objetivo principal deste artigo é compreender o processo de musealização das obras a partir da construção de uma narrativa de si de cada uma das artistas, como um vislumbre das discussões sobre as pautas que envolvem gênero e das condições poéticas inscritas dentro da perspectiva de presença – e ausência – da pauta para as narrativas possíveis a serem enunciadas nas (re)exibições das obras. Para tanto, foram realizadas entrevistas com as duas artistas no intuito de estabelecer um diálogo sobre a visibilidade trans em acervos de museus. Palavras-chaves: Narrativas trans; Coleções de Museus; Élle de Bernardini; Lyz Parayzo.
URI : http://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/handle/CLACSO/49005
Otros identificadores : https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/7583
10.36572/csm.2021.vol.61.06
Aparece en las colecciones: Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia - CeiED/ULHT - Cosecha

Ficheros en este ítem:
No hay ficheros asociados a este ítem.


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.