Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales en
América Latina y el Caribe

logo CLACSO

Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: https://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/handle/CLACSO/46228
Título : Brazilian Football
Futebol brasileiro
Editorial : Universidad Centro Latinoamericano de Economía Humana (Universidad CLAEH)
Descripción : While football is part of Western culture, and not just of it, this sport develops with particularities according to each historical and social context. Part of this phenomenon are the interpretations formulated not only about it, but based on it, about the society in which it takes root. In the case of Brazil, this arises, among other aspects, in disputes over which features demarcate a certain national authenticity. Football-art coexists with interpretations that see in the game some minimalism in a technical moment, not without aesthetic expressiveness. This eventually turns into intellectual delight. This essay defends a cultural critique that considers the football dialectic as a modernizing movement of a peripheral country, while observing its expressive possibilities, but with some detachment that authorizes a comment which is not just laudatory. Football can have aesthetic expression and be material for art: literature, cinema, painting, theater etc. On the other hand, social criticism cannot despise the materiality of what happens inside the field, nor can it ignore what makes it up in its social roots: class, ethnicity, gender, generation and other devices which make up the work-of-sports in its expressiveness.
Se o futebol é parte da cultura do Ocidente, e não só dele, é certo que se desenvolve com particularidades em cada contexto histórico e social. Fazem parte desse movimento as interpretações formuladas não apenas sobre ele, mas, a partir dele, sobre a sociedade em que se enraíza. No caso do Brasil, isso se coloca, entre outros aspectos, nas disputas em torno do que demarcaria certa autenticidade nacional. O futebol-arte convive com interpretações que veem no jogo um momento mais minimalista, técnico, mas nem por isso desprovido de expressividade estética, a qual se transforma, eventualmente, em deleite intelectual. O ensaio argumenta a favor de uma crítica cultural que considere a dialética do futebol como expressão modernizadora de um país periférico, ao passo que observa suas possibilidades expressivas, mas com algum distanciamento que autorize um comentário não apenas laudatório. O futebol pode ter expressão estética e dele se extrai material para a arte: literatura, cinema, pintura, teatro etc. Por outro lado, a crítica social não pode desprezar a materialidade do que acontece no interior do campo, tampouco alhear-se do que a compõe em seu enraizamento social: classe, etnia, gênero, geração e outros dispositivos que compõem a obra esportiva em sua expressividade.
URI : http://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/handle/CLACSO/46228
Otros identificadores : http://publicaciones.claeh.edu.uy/index.php/cclaeh/article/view/512
10.29192/claeh.40.2.8
Aparece en las colecciones: Centro Latinoamericano de Economía Humana/ Instituto Universitario CLAEH - CLAEH - Cosecha

Ficheros en este ítem:
No hay ficheros asociados a este ítem.


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.